terça-feira, 24 de julho de 2012

Como faço?

Muita gente me pergunta como que vira um especialista em azeites, e respondo de uma forma bem simples: - É só estudar muito, fazer cursos e mais cursos, ler notícias para se atualizar e provar muito, mas muito mesmo, azeite de todos os tipos. Não tenha vergonha de sair por aí cheirando e provando tudo quanto é tipo de azeite, isso ensinará seu paladar e olfato a identificar notas, além de criar um "padrão de qualidade". Uma dica e não menos importante: LEIA RÓTULOS! Isso também é importante, ajuda na compra e na seleção. É um trabalho contínuo, sempre temos azeites novos no mercado (ainda mais por serem produtos de safra), sempre temos novos produtores e algumas "novidades" no mercado e nas notícias mundiais. Não é fácil isso, não temos acesso direto a tantas informações, por isso recomendo assinar muitas Newsletters e acompanhar sites e especialistas. Difícil e demorado, porém muito gratificante!

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Chanel

Não sei se sabem, mas estou lendo a biografia de Coco Chanel, o símbolo da elegância e bom gosto. Nesse livro falam muito de suas conquistas amorosas e profissionais, além de suas fontes de inspiração, pessoas de confiança e outras nem tanto, suas alegrias e tristezas, seus amores e desamores. O que muita gente sabe é que Coco teve muitos amores, mas o que pouca gente sabe é que, talvez um de seus maiores amores foi um espanhol que adorava jogar tênis. Coco o acompanhava em suas partidas recreativas e aproveitava para tirar esse tempo como folga também. Muito comum na paisagem européia, a oliveira está sempre presente na vida de Coco por usá-la como sombra e área de descanso ao ver as partidas de tênis do amado. Um dia, deitada sob uma linda oliveira e curtindo a partida e a vista de seu amado, Coco tem uma de suas maiores dores: viu o amado cair e nunca mais acordar... Pois é...não é só em histórias de alegrias e vitórias que a oliveira está presente, mas com certeza deixa sua marca e sua força...Infelizmente isso também faz parte da vida, né?!

segunda-feira, 16 de julho de 2012

Página no Facebook

Gente, acho que não consigo não me meter em novos projetos...por isso tenho mais um lugar para me ocupar/preocupar/cuidar/amar e administrar. Pelo título e imagem já sabem, é uma página no Facebook!!!!!! Sim, virei página de empresa no Facebook, chique demais, né?! Lá, colocarei muitas fotos, as atualizações dos meus blogs ( esse aqui e o azeitesuavida.blogspot.com), uns links legais e criativos que eu ver por aí e ainda minhas aventuras por aí. Espero que CURTAM, acompanhem e COMPARTILHEM. Afinal, fiz para divulgar tudo aquilo o que o azeite faz de maravilhoso por mim e por todos nós! Aqui segue o link, que também está na lateral do blog: http://www.facebook.com/NaoSoComidinha =)

terça-feira, 10 de julho de 2012

Parabéns aos noivos! (07/07/2012)

Sábado fui a um casamento de uma grande amiga. O casamento foi lindo, a noiva estava linda e radiante e o noivo uma elegância! Tudo ficou "a cara dela e dele", lindo demais! Dedico esse post ao mais novo casal, que tenho certeza que nasceram um para o outro e viverão muito felizes um ao lado do outro. Com certeza uma amiga muito especial para mim, que me incentiva, me anima e me ouve, e que a sua qualidade mais importante é fazer você se sentir especial e única. Um amiga que achou o cara certo e que ela merece, um cara para ser feliz! Amiga, parabéns pelo seu lindo casamento e muito obrigada por ter me incluído nessa data tão maravilhosa, me senti muito especial pela atenção e destaque que você me deu, não só na sua festa e cerimônia, mas na sua vida também. Te amo!

terça-feira, 3 de julho de 2012

Escola Panamericana de Artes e Design

Nossa, eu to com tanto projeto que me esqueci de dizer! Semana passada, sexta-feira mais exato, foi meu último dia de curso de História da Arte, lá na Panamericana. Adorei!!!!!!!!!! Foram quatro meses de curso todas as sextas de noite. Não sei se vocês sabem, mas adoro artes e sempre tive curiosidade em entender um pouco sobre o tema, ainda mais que o curso foi mostrando a evolução da arte junto a economia e política de época. Bem interessante! Recomendo!