quinta-feira, 23 de julho de 2009

A oliva, o fruto.


A oliveira, tem um crescimento lento, podendo, nas condições mais favoráveis, gerar frutos ao fim de 5 anos após sua plantação,mas só com seu pleno crescimento após 20 anos.
Dos 35 aos 150 anos atravessa a sua maturidade e encontra-se em plena produção. Nessa fase, cada oliveira é capaz de produzir de 80 a 100 quilos de frutos por safra.
Depois dos 150 anos envelhece e o seu rendimento torna-se irregular.
A oliva, conhecida como azeitona também, é o fruto das oliveiras.
Esse fruto é riquíssimo em óleo comestível e pode ser ingerido de várias formas, tanto cru, como cozido ou em conserva.
Ele nasce com uma cor verde, e depois, conforme seu amadurecimento, passa por estágios de cor como castanho, vermelho e roxo até ficar preto.
As olivas podem ter dois destinos apos serem colhidas. Sabendo seu destino, podemos saber seu modo de colheita e sua fase de colheita.
Para as olivas de mesa, o ideal é a colheita manual, evitando assim certos ‘machucados’ nos frutos. E para o azeite, deve-se esperar a época certa por que assim apresentam maior percentual de óleo no fruto.
As olivas não muito maduras produzem óleo de melhor qualidade. Não são utilizadas em conservas e são mais difíceis de colher.
Já as mais maduras, são usadas para a mesa, principalmente em conservas.
As olivas de mesa se classificam em três categorias:
Olivas verdes:apresentam cor verde amarelada,e sao colhidas quando atingem seu tamanho ideal.
Olivas mistas:sao frutos colhidos durante a mudança de cor, antes da maturação completa.
Olivas pretas:frutos com maturação completa, com cor preta que deverá se manter inalterada com o processamento.
Logo após a colheita, as olivas passam por um processo de seleção, para serem retirados galhos, folhas e alguns frutos que não estão ideais para o consumo, separados por tamanho e tipo.
Para uma textura final ideal, o fruto deve estar com o amadurecimento na fase certa.
Apesar de ser benéfica para a saúde, a oliva é composta também por gordura, o que a torna muito calórica, sendo ideal consumi-la como aperitivo, ou usa-la como tempero de saladas, carnes e massas.

Laura Reinas